Pergaminhos...

Ache aqui...

Já espiaram...

segunda-feira, 8 de março de 2010

Uma simples estória!

Aprendi que uma estória começa com era um vez e a minha não poderia ser diferente!!

Era uma vez...

Uma menina que morava com seus pais e viva muito só porque não tinha amigos...um dia seus pais mudaram pra outra casa e ela passou a conviver com seus primos...alguns mais velhos...outros mais novo...outros da mesma idade...
Essa menina que se chamava Flor tinha problemas em casa...não diretamente com ela mais com os pais dela...o pai dela era alcoolica, e batia na mãe...e a Flor não entendia porque o Espinho batia tanto na Rosa, sem ela ter feito nada...e entendia menos ainda porque a Rosa ficava calada...A Flor sem querer pra fugi da realidade que a cercava inventou seu próprio mundo, e nele ela era feliz, ela voava...era justa...não tinha medo de nada...ela foi crescendo e foi contando estorias de monstro e fazendo medo nos primos dela...ela adorava ver eles assustados...depois de um tempinho ela deve que ir pra a escola até uma certa idade ela achava legal...afinal não precisava encarar a realidade...ela foi crescendo e começou a sair do seu próprio mundo...ela viu que a realidade poderia ser interessante...
Na escola ela conversava com os populares...porem ela não era amiga era a empregada...e isso um dia a deixou revoltada, pois de fato ela era melhor que eles!!
Numa certa idade ela teve que mudar de escola...e apesar do medo, ela tava achando divertido...ela chegou na nova escola e sentou num cantinho perto da porta mais lá atrás, e uma menina conversou com ela a Magnólia, Magnólia era uma pessoa que não passava muita confiança mas a Flor era novata achou legal ela puxar papo...Magnólia conhecia muita gente e foi apresentando a Flor...primeiro foi a Camélia, uma menina na dela...mas que se tornou grande companheira...depois apresentou Orquídea uma menina muito estranha...mais que com o tempo se tornou a melhor amiga de Flor...com o tempo entro uma novata, a Flor uma menina muito pra frente puxou papo com ela era a Adelfa...uma menina sedutora que sabia o que queria e que fazia qualquer coisa pra conseguir...
Flor foi aprendendo muito com a sua nova turma...tinha os meninos...as meninas...mais a nata mesmo era as quatro...o tempo foi passando e a Flor foi conhecendo pessoas que marco sua vida...as gemulas...os cravos...as margaridas...os trevo...o malmequer...
Ela cresceu e se tornou mulher...perdeu contado com as amigas...conheceu outras... se aproximou de outras...percebeu que pra algumas pessoas ela era importante e pra outras não...
Tem aquelas pessoas que se fez importante pra ela...como a Anis que trouxe uma promessa de vida melhor...que a fez recomeçar e que segurou a barra dela nos namoros furados...nas brigas familiares...e tals... a Flor tinha tudo pra ser feliz... Mas o pai dela o Espinho não ajudava muito...ele era marrento...briguento...uma pessoa difícil...como a Rosa sua mãe separou dele...ele ficou um saco...fazia ameaças...chantagem...continuava bebendo...uma fez ele até foi pra bater na Flor...mais a Flor ficou quieta não enfrentou ele...mostrou que ele não era tão bom assim...mas o que revoltava a Flor era como mesmo ele estando errado ele se conseguia se fazer de vitima...um dia a Flor apelo e mandou seu pai ir a merda e passou por cima de todos...
E a Flor começou a pensar em tudo o que ja havia acontecido até ai...em como ela conseguiu levar a sua vida...sei lá..ela se sentiu forte...mesmo naquele momento no qual ela precisava de um abraço!

A Flor é vista por muitos como uma pessoa estranha...principalmente por quem não conhece a historia dela...mas ela não é estranha porque quer, ela simplesmente não consegue pedir ajuda!
então antes de julgar alguem...tente descobri o que essa pessoa esta passando!

Bju


Fernanda Niffinegger
Postar um comentário